Ela só chora e ainda não nos contou nada", disseram familiares

Após passar quatro dias desaparecida, a adolescente Ana Yaritza dos Santos Dias, de 13 anos, voltou para casa na tarde desta quinta-feira (22). Ao jornal Extra, a família da jovem afirmou que Ana parece estar bem fisicamente, mas bem fragilizada emocionalmente.

“Ela só chora. Muito. Estamos tentando conversar com ela, mas ainda não nos contou nada. Queremos dizer que é mais do que bem-vinda, que não há razão de ela mentir, que a amamos demais”, disse a prima dela, Cristiane Dias de Souza, 29 anos. No mesmo dia, a jovem tinha mandado uma mensagem de voz para o WhatsApp do pai. “Pai, estou bem”, falou.

Cristiane, que mora com a adolescente, disse ter enviado mensagens de voz em resposta, pedindo para a garota voltar para a família. Antes de falar sobre a mensagem, Cristiane contou ao jornal que Ana também mentiu a parentes e colegas sobre um suposto namorado, que ela dizia se chamar Francisco. Para alguns amigos, Ana dizia que ele tinha 16 anos e morava na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Para outros, dizia que ele tinha 18 anos e morava em Campo Grande, outro bairro da Zona Oeste.

“Descobrimos ontem (quarta-feira) sobre essa mentira a respeito do Francisco. Para mim, ela havia dito que o conheceria numa festa da igreja evangélica que frequenta. Mas o irmão da Ana, que vai sempre com ela à igreja, disse que isso não é verdade. E quando começamos a perguntar às pessoas que ela conhecia, descobrimos que para cada um contava uma história diferente”, disse a prima ao jornal.

Ainda segundo Cristiane, todas essas mentiras reforçam a ideia de que ele é uma pessoa que Ana conheceu por meio de alguma rede social. “Certeza, a gente não tem de nada. Mas ela é uma menina que não saía de casa sozinha. Não ia a festas, bailes, nada disso. Não ficava no computador, também. Mas a internet do celular não podemos controlar. Então, achamos que foi assim que ela o conheceu e, provavelmente, ficou iludida com essa vida de “festas” que ele dizia ter”, contou.

Ana saiu de casa dizendo para a família que ia a um show gospel na Zona Norte do Rio de Janeiro, com um amigo da escola, na última segunda-feira (19). Como o pai de Ana conhece o menino, ele consentiu a saída e que a garota dormisse na casa do jovem, mas fez uma observação pedindo para a filha ligar assim que o show terminasse e que mandasse notícias.

Os pais e outros parentes ficaram preocupados por não receberem a ligação da adolescente e começaram a ligar para o celular da jovem, que estava desligado e continuava até o começo da tarde desta quarta-feira.

“O pai dela já esteve na casa do amiguinho e descobriu que ele não foi a show nenhum. Já sabemos que a Ana mentiu. E isso só aumenta a nossa preocupação. Estamos com medo de ela ter conhecido alguém pela internet, de essa pessoa ser alguém do mal e ter feito alguma coisa com ela” disse a prima Cristiane Dias de Souza, de 29 anos, durante entrevista ao jornal Extra. O caso foi registrado pela polícia local na última terça-feira (20).