O vereador ilheense, Tarcísio Paixão (PP) pode ser o candidato de Jabes Ribeiro rumo à Câmara Federal já em 2018. Com projetos pessoais para 2020, o ex-prefeito acredita no potencial de Tarcísio Paixão, na sua articulação e o quanto o mesmo pode ser útil para o partido no estado da Bahia, em especial a região cacaueira, carente de um nome de consenso. “Tarcísio já mostrou que é competente, é de grupo e um politico em ascensão” propaga um companheiro de partido.

Apesar da fidelidade do ex-vice prefeito Cacá Colchões e até mesmo da especulação do seu nome há meses atrás, dificilmente o mesmo emplaca. Para os caciques do PP baiano, Cacá precisa amadurecer politicamente. O projeto para 2020 é lançar Joabs Ribeiro (mano de Jabes) candidato a prefeito. O nome cogitado para vice, por exigência do PRB, seria o atual vereador Ivo Evangelista. Seria uma forma de contemplar um aliado de muitos anos de caminhada e fidelidade ao jabismo. 

Já praticamente recuperado dos problemas de saúde, Jabes já começa a botar seu time em campo trabalhando a partir de janeiro pela reeleição de Rui Costa e a manutenção de João Leão na vice. Em 2019 Jabes Ribeiro deve ser um dos secretários do governo do PT.

Tarcísio Paixão na eleição de 2016 foi o 4º vereador mais votado em Ilhéus, obtendo 1,81% de todos os votos válidos no município. Tarcísio já foi presidente do legislativo no período de 2015/2016, e para os servidores o mesmo teve uma gestão tranquila e sem alardes e, mesmo com os ataques da oposição sempre cumpriu as suas atribuições como maior autoridade do parlamento ilheense.

Quanto a Tarcísio Paixão, este nem afirma e nem desmente a leitura do site JORNAL DO RADIALISTA (www.jornaldoradialista.com.br) quanto a possibilidade de Jabes Ribeiro Lançá-lo a candidato a Deputado Federal. “Sou apenas um soldado da sigla e sempre estarei pronto para a luta em prol da nossa agremiação política e do povo de Ilhéus e da Bahia. Mas, esse assunto de candidatura não compete a mim, e sim ao grande líder e secretário estadual do partido, Professor Jabes”, disse.