Homem teria dito à funcionária pública que ele teria de escolher entre ficar com ele ou cuidar da mãe

Uma funcionária pública de 24 anos foi morta a tiros pelo próprio marido no prédio em que trabalhava na tarde de quarta-feira (8), em Santa Teresinha, a 108 quilômetros de Salvador.

Aline dos Santos Silva era funcionária da Secretaria Municipal de Saúde trabalhava no momento do crime, que aconteceu por volta das 13h.

Segundo informações da Delegacia de Santa Teresinha, o marido da vítima, Paulo Ricardo Rodrigues Souza, chegou ao local, disparou dois tiros de revólver calibre 38 contra a vítima e depois disparou um tiro contra a própria cabeça.

O empresário de 51 anos chegou a ser socorrido  pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital Municipal Edite Nogueira Rangel, na cidade de Santo Antônio de Jesus, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por ciúmes. Segundo informações, Aline precisou se ausentar de Santa Teresinha por uma semana para acompanhar a mãe, que passava por cuidados médicos na cidade de Salvador. Paulo Ricardo, então, teria dito para a esposa escolher entre ficar com ele ou cuidar da mãe. Aline, por sua vez, optou por ficar com a mãe e pediu o divórcio, o que levou Paulo Ricardo a cometer o crime.

O corpo da funcionária pública ocorreu na manhã desta quinta-feira (9) na comunidade de Campo Grande, zona rural da cidade de Santa Teresinha. O corpo de Paulo Ricardo será encaminhado para a capital baiana onde será cremado.