O I Seminário Nacional de Guardas Municipais, ocorrido na última semana, em Brasília (DF) reuniu cerca de 140 gestores das principais guardas municipais do País, para discutir, durante os dias, o fortalecimento das guardas municipais. Promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o evento elaborou um diagnóstico sobre a situação da segurança nos municípios. O comandante da Guarda Civil de Ilhéus, Leonardo Bandeira representou o município, acompanhado do secretário administrativo da corporação, Andressohn Almeida.

O seminário nacional contou com a participação do secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo. Também na pauta dos assuntos discutidos, a capacitação de profissionais em parceria com os Institutos Federais de Tecnologia, além da reformulação da matriz curricular nacional de formação, captação de recursos, papel dos municípios no Sistema Único de Segurança Pública (Susp), apresentação do programa BNDES Pro-Segurança e propostas de alterações legislativas pertinentes.

O comandante da GCM de Ilhéus, Leonardo Bandeira acompanhou as discussões e estratégias na capital federal, e destacou a relevância da proposta de realizar um diagnóstico na aplicação das políticas de segurança pública nacional. Na sua opinião, “pela primeira vez na história do nosso País, o governo federal convoca os comandantes da Guarda Civil Municipal dos municípios brasileiros para debater e propor uma nova modalidade de segurança pública para a nação”, comemorou.

Ao dirigir palavras ao município de Ilhéus, o Coordenador Geral de Políticas para a Sociedade, o coronel José Arnon dos Santos disse que o seminário, por sua vez, terá um reflexo interessante na segurança pública do município. “É natural que as decisões tomadas a nível nacional demoram um pouco mais para chegar ao município, mas a inciativa deve reconhecer possibilidades e limitações, a fim de garantir os esforços, porque a segurança na cidade é a segurança no Brasil”, pontuou.

No encerramento do seminário, as iniciativas foram materializadas através de documento formal entre a Senasp e os gestores presentes, que prevê ainda a instalação de um Grupo de Trabalho (GT) para condução de sugestões consideradas no evento. O I Seminário Nacional das Guardas Municipais que é uma iniciativa da Diretoria de Políticas de Segurança Pública (DPSP), via Coordenação Geral de Políticas para a Sociedade (CGPS), da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) /MJSP.