Preocupada com a preservação da memória e de documentos importantes, a Câmara Municipal de Ilhéus, dará início, em parceria com o Centro de Documentação e Memória Regional (Cedoc) da UESC, a recuperação dos arquivos da instituição. A ação está sob o comando do vereador e 1º secretário Makrisi Sá.

Na última terça-feira (17), o presidente da Câmara Lukas Paiva, juntamente com o vereador Makrisi Sá, estiveram no espaço da Casa de Cultura Jorge Amado,  onde o processo  de restauração vai ser realizado.

Por conta da ação do tempo, umidade, temperatura, insetos e ação humana alguns materiais foram altamente danificados e por conta disso, a atual gestão da Câmara decidiu reorganizar esse material e arquivá-los de maneira adequada. A sala onde o material ficará foi totalmente reformada e conta com ar-condicionado e mesas para facilitar a preservação.

Uma das linhas do Cedoc consiste nos serviços de acolhimento (formação de acervo arquivístico), gestão (administração de espaços museológicos e centro de memória) e assessoria (fornece suporte técnico para que as instituições preservem seus acervos documentais).