Ilheenses,

Os últimos acontecimentos , amplamente divulgados pela imprensa, envolvendo vereadores, secretário municipal , servidores e outros, exigem um posicionamento do nosso Partido.

A justiça local atendeu ao pedido do Ministério Público e decidiu pela prisão preventiva de uns e medidas cautelares para outros com o objetivo de apurar os fatos narrados como irregulares, supostamente cometidos pelos envolvidos.

Os Progressistas têm dois dos seus filiados sujeitos a essas medidas.
No Estado Democrático de Direito ninguém é culpado antes de ter a oportunidade de se defender de forma ampla e irrestrita e ter seu julgamento justo transitado em julgado.

Não há denúncia formada , não há sentença condenatória em nenhuma instância, portanto, não há culpa. O Partido defende uma apuração isenta calcada nos princípios de Justiça.

Aos filiados, vereadores Tarcísio Paixão e Aldemir Almeida, a nossa confiança de que no tempo próprio provarão a sua inocência em relação aos fatos imputados.

O Partido manifesta a sua fé na democracia e na Justiça. Se alguém errou,  que sofra as consequências dos seus atos.

Comissão Executiva Municipal do Partido Progressista

 
 
Partido Progressista.jpg