Parte da ação criminosa foi registrada por um morador.

Uma quadrilha explodiu uma agência bancária, no Pará. Pelo menos dez pessoas foram feitas reféns.  Um ônibus foi interceptado e passageiros foram mantidos na mira dos criminosos. Na fuga, dois carros e um ônibus foram queimados. Um refém que estava em um dos veículos foi atingido pelas chamas e teve ferimentos graves. Dinamites e balas de fuzis ficaram pelo chão. O valor da quantia ainda não foi divulgado. A ação da quadrilha aconteceu no dia em que foi liberado o segundo lote de pagamento do FGTS de contribuintes do município.