Com o objetivo de ouvir questionamentos da população e de diversos segmentos envolvidos com as atividades culturais de Ilhéus, a secretaria municipal da Cultura (Secult) programou para este mês o projeto Rodas de Conversa. A proposta é colocar em pauta a discussão diária sobre ações culturais que serão apresentados pela atual gestão. Na agenda, estão programados para o dia 19, a partir das 16 horas, no auditório Sosígenes Costa, situado na Rua Jorge Amado, 21, debate sobre o Projeto Maio, Mês da Dança, e às 18 horas, sobre o Festival de Quadrilhas Juninas.

Para o dia 20, às 18 horas, os trabalhos do Rodas de Conversa serão retomados para discutir a formatação do Projeto Seis e Meia; e no dia 21, às 18 horas sobre a realização da Semana Jorge Amado. Já nos dia 22, respectivamente às 16 e 18 horas, os debates serão torno sobre o Festival de Teatro Estudantil e o Programa Devir Negro.

E no dia 23, a partir das 18 horas, o projeto Rodas de Conversa volta a se reunir para tratar sobre o calendário de capoeira; e dia 26, também, às 18 horas, outra rodada de debate sobre as festas populares de Ilhéus serão sempre com a participação pública.

De acordo com o secretário de Cultura, Pawlo Cidade, as indagações serão sobre o que são projetos estruturantes?, como eles podem se tornar programas?, ao retomar edições anteriores corremos o risco de reproduzir os erros do passado?, como podemos melhorar as atividades culturais transformando-as em ações duradouras?, o que aprendemos com projetos temáticos?  E qual o conceito que se tem de um projeto?