O julgamento final que culminou no impeachment da presidente Dilma Rousseff virou livro. As 109 horas da sessão no Senado foram consolidadas no livro “Impeachment – O julgamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado Federal” Editada pela Secretaria Agência e Jornal do Senado (SAJS), a obra de 664 páginas apresenta as notas taquigráficas da histórica sessão, realizada em seis dias, com indicações dos horários dos principais fatos que marcaram a semana de 25 a 31 de agosto deste ano.

A narração dos acontecimentos mais marcantes do juízo final da petista ainda conta com galerias de imagens retratando todas as fases do julgamento – desde a abertura, com apresentação de questões de ordem, até o julgamento final, passando pelo depoimento de sete testemunhas ou informantes, pelo interrogatório da presidente Dilma Rousseff, debate oral entre advogados da acusação e da defesa e pelos pronunciamentos dos senadores.

Impresso pela Secretaria de Editoração e Publicação (Gráfica) do Senado, o livro conta apresentação do presidente do Senado, Renan Calheiros, e textos introdutórios do secretário-geral do Senado e escrivão do processo de impeachment, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, e de Fabiane Pereira de Oliveira Duarte, secretária-geral da Presidência do Supremo Tribunal Federal durante a gestão de Ricardo Lewandowski, que presidiu a sessão de julgamento.