Os serviços nos terminais de autoatendimento do Banco24Horas têm sido normalizados em Ilhéus. A paralização do serviço em alguns terminais, no ano passado, gerou apreensão entre comerciantes, clientes e a população em geral, além dos visitantes, cujo número aumenta bastante durante o verão. Diante da situação, prepostos da Prefeitura local e diretores de entidades do segmento comercial reuniram-se com representantes da TecBan, empresa responsável pelos terminais, que acordaram um prazo de 30 dias para a normalização e ampliação dos serviços.

Em diversos pontos comerciais de Ilhéus, os terminais já voltaram a operar. A crise no setor foi causada por divergências entre as empresas que prestam o serviço. A TecBan, por sua vez,  garantiu que a multinacional Brinks Segurança será a nova prestadora dos serviços de abastecimento e informou que ainda neste mês de janeiro, todos os terminais estarão em pleno funcionamento. Além disso, a TecBan ampliou garantiu que vai instalar mais 10 novos terminais em estabelecimentos privados locais.

Além dos pontos públicos e privados que já possuem caixa eletrônico do Banco24Horas, em Ilhéus, mais 10 novos pontos privados disponibilizarão os serviços. Entre eles, o Supermercado Nova Opção e Mercado Concórdia, no bairro Teotônio Vilela; posto de combustíveis Oásis, na Avenida Esperança; Frigorífico Best Boi, no bairro Malhado; Mercadinho Opção, na Avenida Itabuna; Supermercado Raposão, na Conquista; Mercadinho Globo, na Praça Cairú;  Centro Empresarial Premier, no bairro Boa Vista;  Farmácia Melhor Preço, no bairro Pontal, e no Mercadinho Cheiro Verde, no bairro Nossa Senhora da Vitória.

Movimento – O caminhoneiro André Santana comemora o retorno dos serviços. Para ele, uma cidade do porte de Ilhéus, que possui potencial turístico, não pode conviver com a falta desse serviço. “Os terminais 24 horas são um complemento dos serviços prestados pelos bancos com os caixas eletrônicos. Sem dúvida, foi um transtorno muito grande não poder sacar ou fazer as operações que costumamos fazer. Esse retorno assegura o atendimento e a viabilidade da nossa vida”, opina.

O empresário Rogério Mendonça, do ramo de delicatessen, parabeniza a articulação feita pela secretaria municipal de Indústria e Comércio (Sedic). Segundo ele, a movimentação em torno dos terminais gera grande fluxo de pessoas que acabam comprando algo na loja. “Desde que foi estabelecida a parceria para a instalação de dois terminais aqui na loja, o movimento aumentou bastante, além de poder contar com uma tecnologia de autoproteção contida nesses caixas, o que dispensa seguranças particulares”, relata.

Para o comerciante Ivan Benevides, é grande a expectativa da chegada de um dos terminais do Banco24Horas em seu supermercado, no bairro da Conquista. Ele disse que os caixas são uma ferramenta importantíssima para o desenvolvimento da economia.  “Nosso bairro é bastante populoso e possibilitar saques serviços de saque para compras emergenciais ou de impulso, também saldo, extrato, tudo com comodidade e segurança sem ter que ir ao centro da cidade”, comemora.

O Banco24Horas pertence à TecBan, que tem como sócios o Banco do Brasil, Bradesco e Santander. Atualmente, mais de 40 instituições bancárias oferecem operações financeiras a seus clientes através do Banco24Horas, que se destaca como o principal canal de autoatendimento externo em locais de acesso público. O plano de expansão da Rede prevê que até 2020 serão 30.000 terminais de autoatendimento no Brasil.