Ainda com uma partida a ser disputada pelos três representantes baianos dentro da Copa do Nordeste, a participação de todos fora deverás decepcionante ocupando até então as últimas colocações em suas chaves, com uma soma de pontos pífia, diante de adversários que em outras épocas entrariam em campo respeitando os filiados da Federação Baiano de Futebol.

Atlético de Alagoinhas, Bahia e Vitória conseguiram envergonhar o futebol da Bahia, embora suas torcidas ainda tivessem um fio de esperança, mas as classificações não vieram, mas sim as gozações e as blasfêmias, mais em cima da dupla BA VI, do que contra o Atlético Carcará.

Foram 21 pontos disputados até aqui, e os três conseguiram somar 6 em sete jogos, no grupo A, o Atlético chega em sexto lugar, tendo feito 5 gols e sofrido 13, saldo negativo de 8, no mesmo grupo o Vitória é o sétimo colocado, fez 9 gols e 11, tendo 2 negativos. O Bahia é o sétimo colocado no grupo B, com seis pontos, fez apenas 6 gols e sofreu 15, seu saldo negativo é de 9 gols.

O que podemos dizer de equipes que em um campeonato regional no Nordeste, nossos clubes estejam na tábua de classificação atrás de Ferroviário do Ceará, ABC, Sergipe e Náutico, pode isso Arnaldo? É mesmo de continuarmos cabisbaixo com estas colocações, e muito mais com as atuações dos três mosqueteiros.

Para encerrar a Lampions da Vergonha Liague, os três jogam na quarta-feira 24 na última rodada na fase de classificação, o Bahia recebe o Santa Cruz, o Vitória vai a Campina Grande enfrentar o Campinense e o jogará em Fortaleza contra o Ceará, todos cumprindo formalidades.

Mas a maior preocupação de todos nós da imprensa e dos torcedores destes clubes, e dos demais que vão jogar as séries do Brasileiro, é como vão se comportar dentro das competições que se avizinham, com estes elencos e esquemas mostrados em campo, as esperanças são por demais remotas. Nestes certames teremos a inclusão de Jacuipense e Bahia de Feira, o Jacuipense joga as semifinais do baiano, podendo chegar na final, já Bahia de Feira está no mercado da bola em busca de reforçar o seu elenco.

Não vou ficar de cabelos brancos porque eu já os tenho, mas a adrenalina vai subir juntamente com a pressão do velhinho.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA.

Jota Jota é Radialista, Jornalista esportivo no estado da Bahia e colunista do jornaldoradialista.com.br