Em conjunto com a Loja Maçônica 28 de Julho, a Academia Grapiúna de Artes e Letras (Agral) promove, hoje (11), no salão de eventos daquela instituição, uma homenagem ao educador Apolônio Brito, com 108 anos de idade e relevantes serviços prestados à educação e à evangelização no Sul da Bahia. Ele também é o personagem central do romance biográfico, “Apolônio, o multiplicador”, escrito a quatro mãos com o acadêmico Samuel Mattos, publicado UESC/EDITUS e que chegou à terceira edição.

A sessão conjunta e de caráter formal da homenagem foi proposta pelo Venerável Mestre da Loja Maçônica 28 de Julho, José Alberto Campêllo Morais Bezerra, ao considerar que o pastor e professor, que tem 108 anos e é personagem do livro, tem mais de cinco décadas de serviços prestados a Itabuna e à região, com um trabalho reconhecido pela comunidade.

Um outro destaque da sessão solene é a posse do acadêmico Ari Melo Mariano, membro correspondente da Agral no Distrito Federal. Ele é itabunense e professor doutor da Universidade de Brasília, sendo autor de “O quanto caminhei” (poesias) e “O gigante que roubava livros” (livro infantil), mas além de ter poemas publicados em várias antologias, registra mais de 250 trabalhos acadêmicos e literários publicados em livros, revistas e em congressos nacionais e internacionais ao longo dos últimos 30 anos parte dos quais viveu no exterior.

Com a alteração da programação para a reunião de abril, a palestra sobre a Guerra de Canudos do acadêmico Jaime Nascimento, que é Médico e Historiador, foi transferida para a reunião maio. A palestra terá a participação de estudantes e professores da Rede Municipal de Educação de Itabuna, visto que o tema a Guerra de Canudos integra os conteúdos disciplinares do 9º ano agora em 2023. A medida visa ampliar e intensificar a integração da Agral junto aos diversos segmentos da sociedade grapiúna através de uma série de eventos programados para este ano pelo presidente Samuel Mattos.