Domingo de Páscoa. Até que a torcida foi ao estádio Lomanto Júnior em Conquista para ver o primeiro jogo da semifinal entre Vitória da Conquista mas no primeiro tempo foi um jogo muito disputado, mas duro de se ver pelo futebol ruim apresentado pelos dois times.

O Conquista atacou mais e teve mais chances, mas mostrou a incompetência para fazer o gol. Primeiro tempo ficou no 0 a 0. No segundo o Vitória começou atacando mais depois da entrada de Euller no lugar de Geferson. Mas os erros de passes continuavam de lado a lado.

Reprodução / TV Bahia

Cleiton Xavier, abaixo da crítica, saiu para dar lugar a Jemerson. O Conquista vivia de lançamentos para o centroavante Tatu. Mas aos 25, Todinho aproveitou um contra-ataque, balançou na frente de Alan Costa e tirou de Fernando Miguel. 1 a 0 para o Conquista. Golaço.

Todinho, o 11, começava a desequilibrar. Mas saiu por cansaço aos 30. Pineda entra em lugar do inoperante Paulinho. Vitória continua procurando o empate. Aos 36, Dionísio quase amplia, entrou só mas Fernando Miguel salvou. Aos 40, sai Tatu entra Emílio, um atacante por um zagueiro, o Conquista se fecha.

Reprodução / TV Bahia

O time do interior já comemorava, quando aos 49 e meio Euller levantou na medida para André Lima fazer um bonito gol de cabeça tirando do goleiro Rodolfo mesmo acossado por dois zagueiros.

O rubro-negro manteve a invencibilidade e leva a vantagem de jogar por outro empate no Barradão para ir a final do Campeonato Baiano.