Desde final de 2019, o ex-vereador ilheense, Luiz Carlos Escuta-PSD, articulou e preparou um anteprojeto com estudo embasado de integrar o projeto de compartilhamento de bicicletas no município de Ilhéus, criado pelo Banco Itaú e já implantado em outras cidades do país. O anteprojeto foi apresentado n’aquela oportunidade ao executivo e protocolado junto à Secretário Municipal de Cultura e Turismo, para conhecimento e avaliação.

Para o idealizador Luiz Carlos Escuta, este anteprojeto já circulou pelo legislativo exeutivo em 2014, sem êxito, mas, agora com uma melhor fundamentação e detalhamento, a adoção deste sistema interessa ao município não apenas por inserir a bicicleta no contexto da mobilidade urbana, mas também por se configurar numa opção de lazer para os ilheenses e, especialmente os turistas.

Dedicado a estimular o uso da bicicleta como modal de transporte público saudável e não poluente, a  equipe de assessoria do ex-vereador Escuta se reuniiu com prepostos do executivo municipal e, posteriormente com representantes do Projeto Bike-Itaú, superintendência da Bahia, responsável pela implantação deste projeto na capital baiana.

Jornal Bahia Online - Rui anuncia inauguração da nova ponte para março de 2020

Pelo esboço, agora com a  nova Ponte Jorge Amado, o anteprojeto destaca a implantação de três estações, sendo uma base em frente a Catedral de São Sebastião e mais duas, (posto 1), no Centro de Convenções da cidade, próximo ao Porto do Malhado e, (posto 2-final), Praça da Maramata (Nova Brasilia), zona sul da cidade.

Prefeito Mário Alexandre: “Este anteprojeto do ex-vereador Escuta é simplesmente fantástico e oportuno. Projeto de agente político que pensa grande, que pensa e vislumbra uma cidade melhor para os municípes e visitantes. E, nossa cidade preenche todos os requisitos para a implantação deste serviço”.

Maramata

POSTO 2 (Praça da Maramata), ponto final do anteprojeto BIKE-ITAÚ.