Na volta às aulas presenciais, após o período de agravamento da Covid-19, os professores do Théo, de 5 anos, procuraram a família para dizer que percebiam um desenvolvimento na criança muito acima do que era esperado para a idade dele.

O garoto, que mora na Zona Sul de São Paulo, então foi submetido a seis dias de testes de QI – dos mais completos que existem – e o resultado surpreendeu: Theo configurou 146 pontos, o que equivale a 99,8 de percentil, passando a ser o brasileiro mais novo a entrar para a Mensa Internacional, sociedade de pessoas de alto QI mais famosa do mundo.

“Foi um susto maior do que a gente imaginava porque ele não é só espertinho ou superdotado. O resultado aponta para um nível de gênio”, destacou o pai da criança, Ygor Tazinaffo, ao portal G1.