De autoria do vereador Fabrício Nascimento (PSB), foi aprovado o Projeto de Lei nº 54 que altera o inciso I do Art. 11º da Lei nº 063/2010, possibilitando caminhonetas se tornarem veículos de Taxi, em Ilhéus. A lei foi votada na tarde desta última quarta-feira, 13, durante a 49ª Sessão Ordinária.

Em outros Estados do país, os veículos do tipo caminhonetas já são regulamentados para serem utilizados como Táxi. O vereador Fabrício, então, somatizou a isso o fato de Ilhéus ser uma cidade turística, com alta demanda de transporte de passageiros: “Nosso município tem aeroporto e também atende às diversas cidades da região e por diversas vezes deixa de atender aos clientes por não possuir caminhonetes, que são necessárias para transportar bagagens fora do padrão do cotidiano”, justificou o vereador.

No texto antigo, a lei de 2010 determinava que os requisitos para um carro se tornar táxi deveria ser um veículo automotor, da categoria aluguel, passageiro ou misto, com capacidade máxima para sete passageiros, na cor branca com quatro portas, com ou sem ar condicionado. Porém, a nova redação apenas altera o “misto” para “caminhonetas”, aumentando as possibilidades de trabalho para os munícipes.