A Prefeitura de Ilhéus informa que a partir do dia 1º de agosto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dará início à coleta de dados do Censo Demográfico 2022. Realizado a cada dez anos, o levantamento é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população.

Durante a coleta, os recenseadores e supervisores estarão uniformizados com colete e boné e poderão ser identificados através do crachá e QR Code. No site https://respondendo.ibge.gov.br/ é possível verificar a identidade do entrevistador.

A Prefeitura prestará apoio na disponibilização da infraestrutura e instalação dos postos de coleta, auxiliando também no deslocamento das equipes nas áreas rurais. O levantamento é fundamental para a gestão e execução de políticas públicas no município.

O Censo Demográfico 2022 pretende visitar aproximadamente 90 mil domicílios em Ilhéus. Para isso, 147 recenseadores vão percorrer todos os 27 bairros e 11 distritos, os quais são divididos pelo IBGE em 415 setores censitários. Conforme o órgão, atualmente, a cidade acumula projeções populacionais decrescentes.

Isso ocorre porque a principal variável para o cálculo dessas estimativas é a variação populacional entre os dois últimos censos. A redução registrada nos números do Censo 2010 em comparação ao Censo 2000 tem sido a responsável pelas constantes estimativas decrescentes.

Sendo assim, a detecção e ajustamento de possíveis imprecisões nas estimativas dependem de outra operação censitária ou contagem populacional. Esse fato demonstra ainda mais a importância de participação de toda população em responder à pesquisa.

Censo 2022

“Os dados coletados são de suma importância para que possamos direcionar os recursos corretamente, melhorando a qualidade de vida do nosso povo e ampliando o pacote de obras e investimentos”, destacou o prefeito Mário Alexandre.

Ilhéus conta ainda com uma equipe composta por dois Agentes Censitários Municipais e 14 Agentes Supervisores, que acompanharão de perto o trabalho dos recenseadores. Bem mais do que uma contagem de população, o Censo é a única fonte de referência nacional para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios.

Os dados produzidos pelo IBGE com base nas informações coletadas com os cidadãos norteiam a tomada de decisões governamentais, incluindo a divisão de verbas para municípios e estados. O Censo seria realizado em 2020, mas foi adiado devido à pandemia da Covid-19.