O Tribunal de Justiça (TJ) da Bahia, como informou a Coluna Satélite do Jornal Correio desta quinta-feira (8), já concluiu a lista preliminar de comarcas do interior que deverão ser desativadas em todo o estado e isto tem tirado o sono de deputados que buscarão a reeleição em 2018. Em reunião realizada ontem, a cúpula do TJ apresentou uma relação com 49 municípios ameaçados de terem os fóruns extintos. Na tabela obtida pela coluna Satélite, mas não confirmada pela Corte, estão cidades como Coribe, Belmonte, Palmeiras e Rio de Contas.

Oficialmente, segundo a coluna, o TJ negou que tenha definido o número final e diz que estão sendo feitos encontros diários para discutir medidas voltadas a enxugar gastos do Judiciário, processo iniciado em 2016. A ideia é que a demanda das comarcas desativadas seja absorvida por municípios próximos.

Além dos políticos que têm base nas cidades que sofrerão os cortes, o fechamento das comarcas também sofre oposição de servidores e magistrados. A lista de corte de comarcas seria maior; no início do ano, eram cem municípios, depois 70 e, agora, 49.