Após passada a pior fase da pandemia do novo coronavírus, alguns dos principais destinos turísticos do estado estão voltando, aos poucos, a receber os turistas, na retomada talvez daquela que seja a principal atividade econômica destes municípios e dependam da presença dos visitantes para se manter em pé.

Há quase um mês, uma das primeiras cidades a permitir o retorno dos turistas foi Mata de São João, onde está localizada Praia do Forte. Desde o último domingo, já estão autorizados o funcionamento dos espaços públicos, realização de eventos acima de 15 pessoas, atividades dos ambulantes, bicitaxis e tuctucs, que fazem parte da fase 3 da retomada das atividades econômicas.

Além disso, também tiveram a liberação para operar outras atividades como venda de acarajé, lanches, água de coco, cocada e artesanato. A prestação de serviços comerciais na faixa de areia das praias de Mata de São João restringe-se apenas à venda de Acarajé, queijinho, cocada e picolé. A comercialização de bebidas na faixa de areia das praias é terminantemente proibida. No dia 9 do mesmo mês, já tinha sido liberado o funcionamento bares, academias e lanchonetes na localidade.

Outro ponto turístico que vive no imaginário dos viajantes, Itacaré, no baixo-sul do estado, retomou as atividades turísticas no dia 14 de agosto. Porém, foi preciso adotar alguns critérios e condições para a retomada dos turistas. Um dos requisitos é que, entre outros, os empreendimentos turísticos, incluindo os meios de hospedagem, cabanas de praia e restaurantes obtenham um selo que é concedido mediante adequação do estabelecimento e procedimentos operacionais às normas de segurança sanitária voltadas à prevenção do contágio do coronavírus.

Com relação especificamente aos outros meios de hospedagem, a ocupação deve obedecer ao limite de 30% de sua unidade habitacional. Já os restaurantes e cabanas de praia tem até o limite 50% de sua capacidade total. O período de funcionamento dos estabelecimentos será das 10h às 17h para as cabanas e restaurantes das praias, das 10h às 17h para restaurantes no período de almoço e das 15h às 22h para jantar.