O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi recepcionado com gritos de “inelegível” ao chegar e sair de um evento do PL, que ocorreu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), nesta segunda-feira (26). Na sede da assembleia, o ex-mandatário participou de um encontro que faz parte da agenda de viagens do PL, com o intuito de fortalecer a imagem da sigla antes das eleições municipais de 2024.

O momento da recepção foi registrado e compartilhado nas redes sociais por pessoas presentes no local, como a deputada Sâmia Bomfim (Psol). Na legenda do vídeo publicado pela parlamentar, ela escreveu que a reação da população havia sido “calorosa e merecida”. Já Bolsonaro, assim como aliados, ainda não se pronunciou a respeito do ocorrido.

Inelegibilidade 
O Supremo Tribunal Federal (STF) retomará, nesta terça-feira (27), o julgamento do processo que acusa Bolsonaro de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, por conta da reunião organizada por ele com embaixadores no Palácio da Alvorada, onde questionou a legitimidade do processo eleitoral brasileiro e teceu críticas sem embasamento às urnas eletrônicas. Caso seja condenado, o ex-presidente poderá ficar inelegível por oito anos.