O ex-diretor da Polícia Rodoviária Federal, Silvinei Vasques, foi transferido para o Centro de Internamento e Reeducação (CIR), no Complexo da Papuda, em Brasília. Segundo a CNN Brasil, o setor é uma ala para presos considerados vulneráveis.

De acordo com a emissora, os advogados de Silvinei queriam que o agente fosse transferido para batalhão da Polícia Militar, mas a Justiça negou alegando que se trata de área para militares.

O ex-diretor da PRF vinha reclamando da alimentação no Complexo da Papuda, por ser celíaco e não poder comer alimentos com glúten, como pão. Na nova ala, os presos recebem alimentação diferenciada todos os dias.