Os representantes da associação e do sindicato que abarca os feirantes da Central de Abastecimento do Malhado, utilizaram a tribuna da Câmara Municipal de Ilhéus para externar algumas insatisfações com a situação que o local tem enfrentado. Os representantes apontaram várias circunstâncias que dificultam o trabalho deles durante a sessão ordinária da quarta-feira (21).

De acordo com o presidente da associação, José Carlos, os feirantes precisam de apoio e de um local bem cuidado para realizarem eu trabalho. José informou que há locais com risco de desabamento e que os feirantes precisam de mais dignidade na sua função. Afonso Ramos, presidente do Sindicato dos Feirantes e Ambulantes de Ilhéus, solicitou que os órgãos públicos olhem de maneira mais significativa para a central, pois a mesma passa por problemas de estrutura, segurança pública, transporte, trânsito e mobilidade urbana.

O vereador Gil Gomes afirmou que a Central de Abastecimento é o grande vetor da geração de emprego e renda e a atual administração municipal tem discutido e debatido ações na busca de soluções para o local. Ele informou que está em pauta a criação de uma sala de enfermaria no local para atender os feirantes. Os vereadores confirmaram que a Casa Legislativa vai apoiar a causa dos feirantes.