Dados divulgados pela plataforma DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mostram que 87 políticos na Bahia tiveram seus pedidos de registros de candidaturas indeferidos pela Corte. Outros 50 postulantes tiveram pedidos indeferidos com recursos.

O indeferimento indica que as candidaturas ou não reuniram as condições necessárias para participar do pleito ou estão vinculadas a um Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) indeferido. O documento em questão é apresentado por partidos, federações ou coligações.

O prazo final para o julgamento dos pedidos, incluindo o recurso, seria na terça-feira (12), 20 dias antes das eleições, que serão realizadas no dia 2 de outubro. No entanto, sete pedidos de candidatura na Bahia ainda ficaram pendentes e serão analisados e julgados pela Justiça Eleitoral.