A campanha do Bahia, na Série A do Campeonato Brasileiro, não tem agradado a torcida tricolor. Em 10 rodadas, o Esquadrão conseguiu apenas 30% de aproveitamento: são cinco derrotas, três empates e duas vitórias, com uma sequência de seis jogos de jejum. Inclusive, o desempenho é parecido com o de 2012 – 23,3% -, pior início do clube na era dos pontos corridos.

Mas um começo ruim não é prenúncio de tristeza no fim do campeonato ou vice-versa. Além de ter permanecido na Primeira Divisão em 2012, quando ficou em 15º na tabela, o que poucos lembram é que o Bahia caiu no ano do seu melhor início de campanha  – comparadas as 10 participações do time na Série A de pontos corridos com 20 clubes.

Em 2021, o time, com cinco vitórias, dois empates e três derrotas, teve 56,7% de aproveitamento e apareceu na 6ª posição após as 10 rodadas iniciais. Apesar do bom início, terminou na 18ª colocação e acabou rebaixado.

Pior mandante desde 2014

Embora o começo não seja determinante para o resultado final, o Bahia precisa retomar o caminho dos triunfos, principalmente dentro de casa. Uma das explicações para a fase ruim é o baixo aproveitamento diante de sua torcida.

Mesmo com a quinta maior média de público pagante na Série A nesta temporada, o Esquadrão só venceu uma de cinco partidas. A campanha inicial na Arena Fonte Nova ainda tem duas derrotas e dois empates – o que representa um aproveitamento de 33,3%.

Os números atribuem ao Tricolor o quarto pior desempenho como mandante no Brasileirão 2023 e o pior começo da equipe baiana desde a temporada de 2014. Naquele ano, o Esquadrão somou apenas quatro pontos – uma vitória, um empate e uma derrota -, com 26,7% de aproveitamento. O time acabou rebaixado no final da competição.

Na 15ª posição, o Bahia soma nove pontos na tabela, um a mais que o Goiás – primeiro da zona de rebaixamento. Em entrevistas coletivas, o técnico Renato Paiva afirma que o time tem jogado bem, mas peca nos detalhes, principalmente no momento das finalizações.

“Sigo meu trabalho com convicções, consciência e com o grupo do meu lado. Estamos na décima jornada, continuo a dizer que a equipe vai crescer dentro das dificuldades. Por detalhes não ganhamos os jogos. Temos feito boas exibições, temos sido competitivos”, disse o treinador após o empate contra o Cruzeiro no último confronto, em casa.

Devido à Data Fifa, Paiva terá um período importante para reorganizar o time até o próximo compromisso. Pela 11ª rodada, a equipe joga no dia 21 de junho, quarta-feira, às 21h30, contra o Palmeiras, na Arena Fonte Nova.