A ‘Operação Força Total’, deflagrada pela Polícia Militar em todo o estado, chegou a marca de 186 armas de fogo apreendidas, após 14  serem encontradas nesta última terça-feira (4), durante a 10ª edição. Na capital, um laboratório utilizado para o refino, produção e distribuição de drogas foi desarticulado, após apreensão de prensas e outros utensílios encontrados no local.

Blitze, abordagens e rondas desta última edição resultaram na prisão de sete foragidos da Justiça,  em 12 veículos com restrições  recuperados e outros com 183 irregularidades apreendidos.

O gestor da pasta da Secretaria da Segurança Pública, Marcelo Werner, ressaltou a importância dessa ação para a redução dos índices. “A  retirada dessas armas das ruas, em diferentes regiões, com certeza ajudará na redução de delitos contra a vida”, informou o secretário.

Balanço

Desde o lançamento da ‘Operação Força Total’, em janeiro de 2022, foram abordadas quase 500 mil pessoas e 273 mil veículos, resultando  nas prisões de 134 procurados, na recuperação  de 170 veículos e na apreensão  de 1.340 porções  de drogas, além das 186 armas encontradas.

O comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho, destaca o desempenho da corporação durante as ações feitas com viaturas quatro e duas rodas, policiamento aéreo, montado e a pé nos variados pontos estratégicos, além da utilização da tecnologia como os novos Terminais de Comunicação LTE, que propiciam  transmissão rápida, estável e segura de informações.

“Atuamos em todo o estado de forma preventiva, com a repressão qualificada de nível elevado de ostensividade, além de levar a sensação de segurança à sociedade. Nesta edição, fechamos com chave de ouro, na desativação de um laboratório de cocaína”, pontuou.