O Radialista e Vereador  GIL GOMES (PV), protocola próximo dia 30/08, projeto de lei que dispõe que todos os órgãos da Administração Pública Municipal de Ilhéus, Direta ou Indireta, deverão exigir nas contratações com particulares para prestação de serviços ou execução de obras, cujos objetos sejam compatíveis com utilização de mão de obra com qualificação básica, a contratação de pessoas em situação de rua, de acordo com lei complementar.

Para GIL GOMES o número de pessoas a serem admitidas pelas empresas vencedoras dessas licitações deverá ser equivalente a, no mínimo a 2% do pessoal alocado para cumprimento de cada contrato. “É o mínimo que o município pode fazer para a inserção destas pessoas tanto no mercado de trabalho como no meio social”, pontua.

Pelo projeto a Secretaria de Assistência Social será responsável pelo encaminhamento dos candidatos às vagas, a partir da triagem e indicação das pessoas cadastradas pela prefeitura de Ilhéus, através de programas de socialização.

O Conselho Municipal de Assistência Social – COMAS – fica responsável pelo acompanhamento e avaliação e cumprimento desta lei.

Investir em políticas públicas voltadas para as necessidades de nossa população, em especial àqueles que estão de alguma forma excluída, é tarefa essencial para o município de Ilhéus de ações concretas. E, isso vem acontecendo com o Centro POP, que é mantido pela PMI e que busca resgatar pessoas que moram nas ruas, promovendo a dignidade dos mesmos.  “Precisamos avançar ainda mais. Precisamos assistir aos mais vulneráveis e garantir que todos possam se recuperar e ter uma vida digna com os seus próprios meios” -, adverte GIL GOMES.

AVANÇOS JÁ ACONTECE EM ILHÉUS

O Centro Pop funciona na cidade e busca contemplar pessoas em situação de rua através de sua equipe, que é composta por educador social, motorista, orientador social, coordenação, assistente social e psicólogo. O serviço oferta alimentação, incluindo café a manhã, almoço e lanche; espaço para o convívio social, material e local para higiene, bem como encaminhamentos para serviços da rede de saúde e também para órgãos que confeccionam documentação civil.

Ascom/GG.