O Real Madrid conquistou neste domingo (18) o mundo pela quinta vez e se tornou o maior vencedor de Mundiais da história do futebol. Mas não foi nada fácil. Para alcançar esta marca, o time merengue precisou até da prorrogação (após 2 a 2 no tempo normal) para “espantar a zebra” no estádio de Yokohama e vencer o surpreendente Kashima Antlers por 4 a 2, com três gols do sempre decisivo Cristiano Ronaldo – Benzema abriu o placar.

Por muito pouco o Kashima Antlers não proporcionou a maior “zebra” da história dos Mundiais. O time japonês chegou a ficar à frente no placar (2 a 1) no começo do segundo tempo, teve algumas oportunidades claras de gol no fim do jogo, mas deixou Cristiano Ronaldo livre para marcar dois gols na prorrogação e definir o título a favor do Real Madrid.