Em reunião neste domingo, 25, com a juventude e moradores da comunidade de Santo Antônio e Rio do Engenho, a  Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Ilhéus, decidiu iniciar um estudo técnico para restaurar a povoação do Rio Santana que nasce na Serra do padeiro e, e tem sido um dos poucos Rios da região cacaueira, ainda sem poluição.

Entretanto, com a barragem realizada pela Embasa, Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A,  no Rio do Engenho, obra essa para abastecimento de água da zona Sul de Ilhéus,  houve uma interrupção na procriação de peixes em vista da extinção da piracema e,  principalmente do Roballo e a Tainha, levando praticamente à extinção dos peixes causando sérios prejuízos a população ribeirinha, bem como a cadeia alimentar num todo, visto que os peixes vinham do mar e subiam o rio Santana para desovar e, assim, efetuar a reprodução.

Povoado do Rio do Engenho - Ilhéus/BA - App Cult

Segundo o Diretor de Agricultura e Pesca, órgão vinculado a Secretari de Desenvolvimento, Manoelito Puentes, “vamos realizar um estudo tecnico para prover o Rio de uma escadaria proximo a represa, para que os peixes possam subir o rio e assim sendo, recuperar não so a cadeia alimentar, bem como a repoavação e subsistência da população ribeirinha, gerando tambem renda para a economia local.