O vereador Tarcísio Paixão compareceu à sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (21), como de costume, e desmentiu boatos que circularam durante todo o dia, afirmações enganosas, dizendo que o parlamentar seria alvo da operação Citrus e estaria foragido.

“Nós estamos objetivados no sentido de colaborar com as investigações. Durante o tempo que tivemos na presidência, que foi de 2015 a 2016, todas as empresas que prestaram serviços à casa foram contratadas por meio de processo licitatório, dentro da legalidade, cumprindo todo rito que a lei manda”, salientou Tarcísio.

Ainda segundo Paixão, as contas pelas quais se responsabilizou durante a sua gestão foram todas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Município.