Viação Itapemirim teve todas as linhas de ônibus que opera suspensas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na últia quarta, 20. De acordo com a agência, a intenção é assegurar a segurança e a qualidade na prestação de serviço aos passageiros e será válida até que “seja cadastrada frota compatível com as linhas a serem reativadas”. A Itapemirim poderá realizar as viagens que já foram vendidas, mas apenas dentro de um prazo de 30 dias, e terá que garantir reembolso ou remanejamento para outras companhias, de acordo com o que os clientes solicitarem. O grupo Itapemirim passa por problemas financeiros: as operações da companhia aérea foram suspensas e a empresa pediu que algumas linhas rodoviárias também deixassem de operar temporariamente em dezembro, mas voltou atrás em janeiroDezenas de ônibus do grupo também foram alvo de operação de busca e apreensão. Na última segunda-feira, 18, a Justiça de São Paulo bloqueou os bens de Sidnei Piva, principal sócio do grupo.