Ação do Ministério Público estadual realizou buscas em oito celas do Conjunto Penal Masculino da capital

O Ministério Público estadual deflagrou no final da tarde desta terça-feira, dia 4, a “Operação Torre”, que realizou  buscas em oito celas do Conjunto Penal Masculino em Salvador. A operação investiga um dos principais líderes do tráfico de drogas que atua na Região Metropolitana de Salvador e teve o objetivo de desarticular o esquema de comunicação e o plano de expansão da organização criminosa dentro do sistema penitenciário.  O investigado estaria se comunicando por aparelho celular com internos de outras unidades, apesar de preso no conjunto penal. Um celular foi apreendido na cela dele.
A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas  (Gaeco) do MP baiano; com apoio da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), por meio do Grupo de Segurança Institucional (GSI) e do Grupamento Especializado em Operações Prisionais (Geop); do Grupo de Atuação Especial de Execução Penal (Gaep) do MP e da direção do Conjunto Penal Masculino.
De acordo com investigações do Gaeco, a organização criminosa liderada pelo investigado atua na exploração do tráfico interestadual de drogas e armas, lavagem e ocultação de bens adquiridos nas ações delitivas e na prática de homicídios na RMS. Possui ainda  “claro propósito de estender seu território de atuação dentro dos presídios mediante violência e coação”.
Fotos: Divulgação