O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), informou neste domingo (6) que enviou aos jogadores e à comissão técnica da seleção brasileira uma nota na qual propõe uma “reflexão” e apresenta argumentos contrários à realização da Copa América de Futebol no Brasil.

“A seleção é motivo de orgulho. Disputar a Copa pode até gerar troféu. Não disputar, em nome de vidas, significará sua maior conquista. Impossibilitado de apelar ao bom senso do presidente da República e da CBF, enviei nota aos atletas e à comissão técnica”, escreveu Renan Calheiros.

O senador Flavio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, também fez um apelo aos atletas na manhã deste domingo, mas em sentido contrário — ele pede aos jogadores que “não abram mão” de disputar a competição.

O capitão da seleção brasileira, o jogador Casemiro, informou que, após a partida da próxima terça-feira (8) contra o Paraguai, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, o grupo de jogadores divulgará a posição deles em relação à realização da Copa América.