O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse hoje (7) que o país está voltando à normalidade. Após três lockdowns, as restrições impostas para enfrentar a pandemia da Covid-19 estão sendo flexibilizadas. Hoje, os restaurantes reabriram.

Israel é uma das nações que mais vacinaram contra o coronavírus no mundo: 53% da população já recebeu, pelo menos, uma dose da vacina da Pfizer, segundo dados do Ministério da Saúde.

Por conta da grande proporção de imunizados, o governo tem, aos poucos, permitido a reabertura de empresas, escolas e do aeroporto do país. Apesar disso, eles ainda continuam funcionando com limite de capacidade.

“Ainda temos que nos vigiar, temos que usar máscaras, manter as distâncias que as pessoas exigem, as distâncias sociais, mas estamos saindo disso”, afirmou Netanyahu.