Cerca de sete mil alunos da educação infantil e da Educação de Jovens e Adultos em 13 escolas voltam às aulas presenciais nesta quarta-feira, dia 23, no início do ano letivo de 2022 em Itabuna. As demais escolas funcionarão em regime de aulas em formato híbrido, quando os estudantes, seus pais ou responsáveis retiram blocos de atividades na unidade escolar em que está matriculado, renovando a cada 15 dias.
As aulas acontecem no Grupo Escolar Maria Creuza Pereira (Urbis IV), Escolas Municipais e Creche Maria Goretti e São Paulo da Cruz (Mangabinha), Centro Comunitário e Creche Irmã Margarida (Maria Pinheiro), Escola Espírita Emmanuel (Novo Fonseca), Grupo Escolar Municipal Pedro Jerônimo, Centro Educacional São Francisco de Assis (São Judas Tadeu) e Centro Educacional Infantil São Lourenço.
Ainda, Escola Crehe Pequeno Lar (Fátima), Escola Creche Lúcia Oliveira (Centro), Escola Batista da Califórnia, Escola Maria Rosa – Sítio I da Fundação Marimbeta (São Roque) e Escola Alberto Lessa (Santa Inês). A maioria das escolas da Rede Municipal passa por um Programa de Requalificação das Escolas Municipais que tem exigido um grande esforço por parte da Secretaria Municipal da Educação.
A secretária Janaína Araújo frisou que este será um ano que exigirá muito empenho, muito trabalho, qualidade e compromisso da comunidade escolar. “A responsabilidade aumenta neste novo momento em razão da necessidade de uma nova adaptação, mas principalmente por ser o momento de resgatar, de atrair os alunos que se afastaram”, exultou Janaína Araújo.
A secretária reforçou que as aulas presenciais estão sendo retomadas de forma responsável e gradativa, respeitando todos os profissionais e alunos. “A nossa expectativa é de que até junho 100% das escolas retornem às aulas no formato presencial. Agora não foi possível o retorno de todas por conta das obras de requalificação das unidades escolares”, informou.