O novo titular da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), André Cezário, se reuniu na última semana com as equipes das Estratégias Saúde da Família (ESF) do bairro Teotônio Vilela para discutir um pacote de medidas que visa expandir a oferta dos serviços na Atenção Primária à Saúde em Ilhéus. O secretário destacou que o projeto atende à determinação do prefeito Mário Alexandre e prevê o acolhimento e humanização da assistência prestada nas unidades da rede.

Atualmente, Ilhéus possui cerca de 50% de cobertura da Atenção Básica, ampliada por meio da reforma e construção de 12 unidades básicas e contratação de profissionais. A ESF é responsável por diminuir a pressão sobre os hospitais e colocar o cuidado integral à saúde do usuário como base da gestão pública.

O projeto piloto visa capacitar de forma permanente as equipes multidisciplinares, compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de Enfermagem e agentes comunitários de saúde, além de realizar a padronização do atendimento e descentralização do serviço, com a proposta de farmácia e central de regulação próprias.

 

Visita às ESF

O modelo de saúde preventiva será implantado inicialmente nas ESF Vilela I, II, III e IV. A ideia é reestruturar o serviço com vistas à prevenção de doenças, reabilitação, redução de danos e promoção e manutenção dos cuidados da população.

De acordo com a Sesau, 80% dos problemas podem ser resolvidos diretamente na Atenção Primária. O percentual restante é encaminhado para outros níveis de atenção, no qual o paciente passa a contar com consultas especializadas e maior suporte, conforme diagnóstico apresentado.