Movimento Maio Amarelo, com a campanha Juntos Salvamos Vidas”,, quer chamar a atenção da sociedade para o alto índice vítimas fatais e feridos no trânsito em todo o mundo, entre elas crianças de 0 a 14 anos. O mês de prevenção foi criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e tem o apoio da ONU – Organização das Nações Unidas. A intenção é discutir a segurança viária e conscientizar a população sobre os riscos e responsabilidades individuais do condutor no trânsito. Ações do Maio Amarelo acontecem em todos os estados brasileiros e em outros 26 países.

A alteração recente do Código Brasileiro de Trânsito alerta mais uma vez para a importância do uso do bebê conforto, da cadeirinha, do assento de elevação e do cinto de segurança pelas crianças durante os deslocamentos. A regra exige que os menores de até 10 anos de idade e menos de 1,45 de altura devem, obrigatoriamente, ser transportados no banco traseiro e usar os dispositivos de elevação de altura.

ortopedista pediátrico David Nordon*, que sempre incentivou o uso das cadeirinhas, afirma que elas são essenciais e qualquer decisão contrária à exigência do uso estaria na contramão no sentido de preservar a vida e a segurança dos menores no trânsito. Além disso, não basta apenas adquirir o dispositivo; ele deve ter procedência idônea, certificação e garantia de segurança pelo órgão de fiscalização responsáveis. “É importante verificar se os equipamentos têm selo do Inmetro e seguir o manual de instruções, certificando-se que eles são apropriados à idade e ao tamanho da criança. Utilizados corretamente e bem instalados, estes equipamentos reduzem em até 70% os riscos de morte em caso de acidente”, explica Nordon.

Ainda de acordo com o médico, que também é professor da disciplina de Saúde Pública da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – Campus Sorocaba – PUC Sorocaba as portas do veículo devem estar travadas e os vidros sempre bem fechados. “Ao dirigir, não desvie sua atenção do trânsito e se for necessário voltar-se à criança no banco de trás, pare o veículo em local seguro. Não esquecer que o embarque e desembarque das crianças devem ser feitos somente pelo lado da calçada”, finaliza Nordon.

MOVIMENTO MAIO AMARELO 2018 EM VENTUROSA – Governo Municipal de Venturosa

Orientação para o transporte correto de menores até 10 anos em veículos:

– Bebê conforto: crianças de até um ano de idade e até 13 kg;
– Cadeirinha: crianças de 1 a 4 anos de idade, que tenham entre 9 e 18 kg;
– Assento de elevação: crianças de 4 a 7 anos e meio de idade que não tenham atingido 1,45 m de altura, com peso entre 15 e 36 kg;
– Banco traseiro com cinto de segurança: crianças com mais de sete anos e meio de idade até 10 anos que tenham atingido 1,45 m de altura.

*David Nordon é médico ortopedista pediátrico pelo HC FMUSP – Professor da disciplina de Saúde Pública da PUC-SP (Campus Sorocaba) e de ortopedia e medicina preventiva do Estratégia MED (curso preparatório On-line para provas de Residência Médica), preceptor de Ortopedia Pediátrica do Hospital do Pari e Pesquisador do Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas (HCFMUSP). Apresenta semanalmente o quadro de saúde “O Doutor e Você”, da Rádio Digital Music FM.