O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, nomeou os componentes do conselho consultivo da unidade de conservação Parque Natural Municipal da Boa Esperança que tem como atribuição a elaboração de planos de gestão da área. O parque está situado na área da Mata da Esperança, situada no perímetro urbano de Ilhéus, possui cerca de 437 hectares, encravados na antiga fazenda Boa Esperança. A área conta com refúgio de espécies raras e de fontes de água potável consideradas de boa qualidade. O decreto número 28/2018 está publicado no Diário Oficial de Ilhéus, edição da última terça-feira (19).

De acordo com o decreto, foram nomeados Emilio José Santos Gusmão, representante da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes); Saturnino Neto Firmo, do Instituto Chico Mendes/Revis de Una;  Demosthenes Lordello de Carvalho, da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac); Lucas Xavier Trindade, da Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata); Thiago Guedes Viana, do Instituto Cabruca; Joélia Sampaio Oliveira Bezerra, da Fundação Pau Brasil; Railda Conceição Alves Simões de Carvalho, do Distrito Industrial de Ilhéus; e Arnaldo Alves de Abreu, da Associação de Moradores do Banco da Vitória.