Marlon Soares Freitas, 27 anos, e Leandro de Jesus Leite, 21, acusados de envolvimento no latrocínio da empresária Maria Conceição Neves Soares, 69, no dia 1º de fevereiro, em Amaralina, foram presos na última quinta-feira, 5, quando compareceram à 28ª Delegacia Territorial (DT), no Nordeste de Amaralina, acompanhados de seus advogados.

A dupla foi apresentada à imprensa na tarde desta segunda-feira, 9, no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, juntamente com Hugo Adriano Santana de Amorim, 20, também acusado de participação no crime. Hugo foi preso na quarta-feira, 4, na localidade conhecida como Alagados, no Nordeste de Amaralina, por investigadores da 28ª DT.

Segundo a delegada Maria Selma Lima, titular da 28ª DT/Nordeste de Amaralina, Leandro confessou sua participação no latrocínio e apontou Marlon e Hugo como cúmplices. No assalto à empresária, Leandro dirigia o Fiesta Rocan, de cor marrom e de sua propriedade, que aparece nas imagens do circuito de segurança de um estabelecimento que registrou a ação dos bandidos.

Marlon já esteve preso por tráfico e também é suspeito de cometer homicídios no Nordeste de Amaralina. A delegada disse ainda que Hugo aparece nas imagens tentando abrir a porta do Fiat Uno Way da empresária.

Segundo a delegada Maria Selma, o trio faz parte de uma quadrilha de traficantes do Nordeste de Amaralina e, em janeiro deste ano, teve apreendidos 30 quilos de maconha em uma operação da Polícia Militar. A delegada afirmou que eles queriam roubar o veículo de Maria Conceição porque precisavam de dinheiro para cobrir o prejuízo provocado pela perda da droga.

Leandro, Marlon e Hugo, este último com prisão preventiva decretada, serão conduzidos ao Complexo Penitenciário da Mata Escura. O Fiesta Rocam usado pelos ladrões será periciado no Departamento de Polícia Ténica (DPT).